Quem sou eu

Minha foto
São Paulo, SP, Brazil
Aqui você saberá, quando, onde e quem, participou de nossas aventuras e trilhas. Sempre a procura de novos amigos e companheiros com disposição para aventuras e curtir a natureza. Participem do nosso Blog. SEJAM BEM VINDOS!

12 dezembro 2015

Trilha do Rio do Ouro - Cachoeira da Barragem – São Bernardo do Campo/Cubatão

Enfim, chegou o fim de ano e para encerrar as atividades das trilhas e aventuras em 2015 marcamos mais uma trilha para juntar a turma e curtir a natureza em boa companhia.

Essa trilha foi planejada já há algum tempo, mas ninguém do grupo conhecia onde ela começava, nem onde terminava. Reunimos um pequeno grupo em plena segunda-feira para fazer o reconhecimento no local. Passamos por poucas e boas, errando o caminho e até andamos por dentro dos rios. Quando a coisa parecia que não ia dar em nada resolvemos voltar e recomeçar a partir da estrada de terra.


Depois de horas de perrengues conseguimos finalmente achar a trilha certa, mas perdemos horas valiosas. Nossa intenção era chegar à cachoeira da Barragem e seguir em frente até a cachoeira das Torres, mas o tempo, cansaço e o clima não estavam mais ao nosso favor. Logo que chegamos à cachoeira da Barragem o tempo virou e pudemos curtir bem pouco do local. A névoa subiu tão rápido que não conseguíamos mais ver o topo da cachoeira por onde era nosso caminho de volta. Sem perder muito tempo juntamos nossas coisas e fizemos o caminho de volta com a promessa de voltar lá para explorar melhor aquela área.

Passado alguns dias, marcamos a última trilha para encerrar o ano. Resolvemos ir nessa mesma trilha para aproveitar um pouco mais dela, pena que parte dos exploradores da primeira vez não estava presente. (Nós vamos refazê-la. Vocês podem deixá-la anotada na lista)


Reunimos o grupo no Rancho do Rubinho, um local próximo à entrada da trilha para a cachoeira. O rancho é um lugar com bastante espaço para deixar os carros estacionados e ainda oferecem bebidas, porções e até almoço.

Com a turma toda reunida, seguimos para a trilha. Pulamos a cerca e continuamos em frente pela estrada de terra subindo e descendo várias vezes até cruzar o rio e entrar na trilha mais estreita com muito barro e lama por aproximadamente um quilometro para chegar à cabeceira da cachoeira da Barragem.

Atravessamos o rio com água até a cintura para continuar na trilha do outro lado. Descemos alguns barrancos até chegar ao leito do rio novamente.


Passamos algumas horas curtindo o dia quente e nos refrescando na água gelada da cachoeira ouvindo os pássaros cantar. Posso dizer que foi quase um festival de cantoria. Acho que foi a primeira vez que ouvi tantos pássaros tão perto de um grupo de pessoas, normalmente eles se afastam.

Como é comum em região de serra, o tempo muda rapidamente. Nuvens carregadas encobriram o sol e o tempo começou a dar sinal que viria uma chuva daquelas.

Juntamos a turma para subir os barrancos e atravessar o rio antes que a chuva caísse, mas não deu tempo, atravessamos embaixo d’água mesmo. Refizemos o caminho de volta com muita chuva e trovoadas.

Aquela frase: “chuva pra lavar a alma“, nunca foi tão verdadeira, lavou a alma, o corpo, o barro... Quem não quis entrar na cachoeira pra não se molhar, molhou na volta com aquela chuvarada deliciosa.


Voltamos para o Rancho do Rubinho e aproveitamos mais algumas horas por lá comemorando o final de mais um ano de trilhas e aventuras e também o aniversário da nossa amiga Val. Na verdade era para comemorar os aniversários da Val e da Fabiana, mas por motivos dolorosos a Fabiana não pode estar presente nessa trilha, mas o bolo tava bom viu Fabi! Brincadeiras a parte, sentimos sua falta!

E assim terminamos mais um ano com muita diversão e boas risadas.

Conhecemos mais gente boa e disposta a aproveitar a natureza de forma consciente.

Até a próxima pessoal! Que venha 2016 com novas trilhas e novas amizades!

3 comentários:

  1. Qual é o endereço e ponto de referência?

    ResponderExcluir
  2. Bom dia. Onde fica? Próximo ao ABC?Fácil acesso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá David, lá o acesso é pela estrada conhecida por Caminho do Sal, próximo ao Rancho do Rubinho, nesse local você pode deixar o carro e seguir a pé para o inicio da trilha.
      Tem algumas bifurcações no caminho, se não souber é melhor ir acompanhado por alguém que já foi, senão ficará dando voltas e não vai chegar nela.

      Excluir